sábado, setembro 30, 2017




Livro “A Pedra de Dighton”
Prof.Doutor José Manuel Ferreira Coelho


Com muito prazer e satisfação, estive presente na Academia de Marinha,a convite do Prof. Doutor José Manuel Ferreira Coelho, na apresentação do seu interessante livro “A Pedra de Dighton - Seu Significado Histórico-Valores e Contra valores”.
Trouxe o livro que me despertou elevado interesse, e já o devorei. É um livro que defende, abordando com clarividência e saber, a intrincada, estranha e misteriosa questão, da  célebre pedra de Dighton que, o Prof Delabarre, descobriu na foz do rio Taunton, em Berkley, Fall River. E que o médico-historiador Dr.Manuel  Luciano Silva, (luso descendente , daqui bem perto, de Vale de Cambra) ,lutou, para não só tratar, preservar (e divulgar- Iº Congresso Internacional dos Descobrimentos, Lisboa-1960) ) a pedra que, nas opiniões daqueles estudiosos(a que se vem agora juntar o Prof.Dr.Coelho),provaria que Miguel Corte Real, teria pisado terras do continente americano, e aí se impondo aos nativos.
Talvez por influência do meu Prof.Luis Albuquerque,um dos maiores contestatários da verdade das inscrições na pedra, eu, por tudo quanto tinha lido(ouvi o Dr Luciano duas vezes, em Ílhavo.Lembro-me interrogá-lo) nunca fiquei  muito convencido .
Ora do livro do Prof. Dr Coelho, que já li atentamento, como o merece, saí um pouco mais convencido de que tal acontecimento poderia ter mesmo acontecido.
Porquê estou,então, mais convencido?
A inscrição segundo Delabarre e Luciano dirá :
MIGUEL CORTEREAL  V DEI
HIC DVX IND
A.D. 1511
Albuquerque  e seus seguidores, opunham
Dux -Duque (o que e que isso significaria???) ......IND –Indios?...como se naquele tempo ainda não se sabia....
E a principal residia na datação 1511- a data naquele tempo, era inscrita por algarismo romano, e não por números cardinais.
Ora o dr. Luciano, e agora o prof Coelho, acrescentam na inscrição a gravura de um escudo da Ordem de  Cristo, perfeitamente igual aos inseridos nos padrões deixados na costa africana nos Descobrimentos. Sem duvida algo que faz pensar e eliminar muitas dúvidas.
E logo o aparecimento de armas (espada do período de Afonso V)e  um canhão de culatra aberta, serão as melhores provas(?) de que a nossa presença naquelas Terras (então bem chamadas de Terra dos  Corte Reaes) indicia  presença portuguesa anterior, até (provavelmente) 1500.
Mas  então, levanto agora eu, a convicção de Armando Cortesão,de que a carta de 1424[1] demonstrava (já), navegações e visitas dos portugueses ao continente americano, muito antes de Colombo ter julgado chegar ás Índias, quando apenas teria  chegado às Antilhas, viria confirma-se e logo baralhar totalmente a história
Por isso o livro do Prof.Dr.Coelho ,profusamente ilustrado e cheios de pormenores históricos correlacionados, é um excelente trabalho, merecedor dos maiores aplausos.  
Senos da Fonseca



[1]  Consultar  meu livro “João Álvares Fagundes”

Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...