domingo, outubro 26, 2014



  

O PS  Francês….atormentado

 

E a implosão do PS Francês continua na ordem do dia. Impressionante: cerca de 40% entende que o PS se deve dissolver; uma percentagem,mais ou menos idêntica, acha que se deve reformular, mantendo o nome.Seja como for: o partido está claramente dividido, estando no poder.

Problema muito sério.

 A mudança de nome dos Partidos, não tem nada de estranho, principalmente quando não são carregados de uma consistente ideologia, e se pulverizam em clientelas desacomodadas.

O PS português teve problemas desses : ( tive a particular felicidade de ter estrado em todas as transformações –evoluções) do PS português,  mas sempre –não sempre bem ! – superou-os.

A estrutura partidária é reacionária em relação às grandes discussões. E por isso não aprofundamos o que é ser Socialista, hoje, num mundo onde o liberalismo desenfreado tomou conta do poder numa Europa, que não consegue resolver os seus problemas de desenvolvimento( está bem claro que nos próximos decénios a Europa nunca superará os 2% de crescimento)

Então porque não abrir à discussão :

             deverá um Partido Socialista(histórico), tentar inverter por dentro o sistema (isto é movendo-se no sistema, aceitando determinadas limitações ) ou deve auto excluir-se, deixando campo aberto à destruição do sistema social por uma extrema direita que já, sem temor, se mostra disposta ao pior?

Muito vai mudar neste ano que se aproxima. Valery d’Estaing assegura, que, dentro de pouco, a França será uma nova Grécia. E propõe algo drástico: reduzir a Europa comunitária a 12 Paises…

 

A PT não é uma fábrica de cervejolas….senhor  Lima…..

O actual governo, e dentro dele  alguns elementos que nos pareciam incapazes de o fazer, utiliza  a mentira  descabelada e descarada, como instrumento de desculpa para omissões. Pires de Lima, que tudo fez para despachar politicamente o seu antecessor, prometendo ser o génio da viragem, vem agora desculpar-se de nem sequer saber o que fazer com a PT. Este senhor  é mais um exemplo inegável do principio de Peter.

O não controlo da decisão sobre o futuro da PT, é um crime de lesa pátria. A PT não é, propriamente, uma fábrica de «cervejolas», sr. Lima.  

E sobre Sócrates e a Golden Share, o senhor é um crápula mentiroso. Há que criar condições claras sobre controlo estratégico das empresas emblemas. Sócrates movimentou-se e preparou, o que os senhores não querem aplicar, ou nem  sequer perceberam .

É que a PT, não é negócio  de juntar mais ou menos água ao produto.
 

 

Respeito…mas lamento…

Respeito o PC e os seus apaniguados. Sou suficientemente tolerante para perceber que a sua sobrevivência de influência, não se mede na dimensão politica, mas na rua.

Pragmaticamente este tipo de postura é um constante desandar da história. Numa batalha, se o ataque não pode ser massivo e frontal, há que atacar os flancos. E penetrar no inimigo. Politicamente o PC não passa cheques em branco(diz!), mas também não os passa como participante no acto de governar.

No concreto a praxis  institucional do PC, favorece a estadia de uma direita arrogante. O inimigo do PC, é  quem  lhe disputa os votos.

O  PC à espera de Godot….

SF

Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...