quarta-feira, junho 04, 2008

Pura perda de tempo.


Estas eleições, no PSD, foram nada de coisa alguma.

A votação não deu para varrer toda aquela cambada de demagogos populistas que por lá pululam. È certo que os ditos populistas levarão muito tempo a recuperar. Ou só lhes restará fazer um novo partido. Talvez juntando-se a uma das tendências do CDS.

Creio que o PSD perdeu uma boa ocasião (ou perdeu tempo) na sua afirmação definitiva como um partido liberal. E por isso eu desejava, para que fosse feita uma clarificação e uma separação de águas, que isso tivesse sucedido. Já. Poupava-se tempo e caminho. E assim as coisas ficariam mais de acordo com o que são na prática.Um partido Liberal e um partido Socialista (com uma ideologia social já muito ténue, apenas reconhecida em um ou outro ponto.)

A nossa integração na Europa teria que conduzir, inevitavelmente, a esta separação d’águas.

Talvez que assim o PS sentisse a necessidade de se preocupar mais com o social.
Pode também suceder que esta crise importada obrigue o Governo a dar mais atenção a quem mais precisa dela.

Ora o PSD escolheu mais do mesmo. Comida requentada, que navegará em afirmações pragmáticas muito próximas das seguidas pelo PS. A diferença estará nas pessoas, que não nas políticas.

---------------------------------------------------------



Em Ílhavo tudo como dantes.
O pesadelo voltou

O Marau voltou e, com Ele, o disparate.

Logo se apressou a anunciar coisas impantes. Pudera!... não é ele que as vai pagar.

O primeiro sinal da sua presença foi-nos anunciado pela placa «VENDE-SE», na quinta dos Rebochos.

Reparem: - até hoje ninguém explicou o imbróglio, da Biblioteca ser, no momento, posse de uma firma privada,retirada à Câmara em Tribunal,por não cumprimento.

Mas …

No tal Relatório das Contas, falava-se, mesmo assim, no dinheiro que a Câmara esperava vir a receber do Estado, como subsidio para a mesma, que estava um muito atrasado.

Só se o Ministro das Finanças estivesse XONÉ.

Sem vergonhas estes tipos.

O povo, esse, pouco se importa sobre quem é o dono da Biblioteca.Com razão. Também ainda ninguém lhe explicou para que é que aquilo serve, para além de uns tipos que vão lá ler o jornalzito para não gastar uns cobres, diariamente. Com razão sempre dá para mais um mijinho de gasolina.

Este povo está de cangalhas: já não há ninguém que lhe valha.

-------------------------------------------------------------
Foto: mesmo que seja à «laminuta»

Lá me demonstrou o que há de belo e fácil, no uso do click-clack do diafragma da sua nova cyber-shot.Com ela resolve tudo.

E é verdade, quer eu contraponha ou não argumentos.

Uma foto, umas palavras de circunstância, e parece encontrada a receita ideal para fixar aderentes. Torna-se, sem dúvida, muito menos maçador ver que ler. A Internet trouxe-nos uma exacerbação deste facto, na comunicação entre pessoas.

Eu, contudo já não mudo. Teimo em substituir a foto pelas emoções que tento dar do retrato. Para mim desafio aliciante. Para os outros é que talvez nem tanto. Paciência…eu não me dou com o au minute.Gosto de saborear.

------------------------------------------------------------------
Remodelação do site
www.senosfonseca.com

Bem…

O site continua em reorganização, e tarda a solução que solicitei. Por isso inactivo no mês de Maio.

E há tanto para lhe pôr lá dentro: «Manuel Ferreira da Cunha», «Pitato & Benjamim», «Joana Càlôa»,«Manuel da Benta» e a versão original do «Thomé Ronca»

Vamos a ver ……..

Aladino

Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...