sábado, abril 25, 2015




E venha outro!!!!!!!
 

 

Tantos a falar do 25 de Abril.

E tão poucos a cumpri-lo no dia a dia.

Esta cultura partidária, está esgotada. Se a Democracia na sua essência está ela também esgotada? Eu creio que sim...

E nesta atitude reside o meu mal. Aquilo em que creio, põe-me em contrapé com uma maioria que me rodeia. Uns preferem tão simplesmente viver. Chega-lhes.

A mim, viver não é bastante. Tenho de me interrogar permanentemente porquê, e para  quê, vivo. E só o pensar me basta.

O 25 de Abril enquanto criança fazia-me acreditar que um dia qualquer ...aconteceria...um novo sebastião. Hoje já não creio...

Hoje parece que o vento bateu nele, e que  todos os sonhos , ambições e desígnios (!),foram  vergados, deitados por terra .«Este» 25 de Abril não tem mais capacidade de voltar a ser. Talvez nem sequer de voltar a querer ser.

                                                  Já se cerra  o Abril dos quarenta

                                             Cuja  ementa

                                             Foi sonho já  passado

                                             De um   povo aquietado.

                                             Quero um  Abril novo levantado,

                                             Erguido pelo grito da turva

                                            Que de novo pelo sonho incendiada

                                                                             [ Grite:

                                                                              é por aqui que quero ir

                                                                             .... e não por aí.

 

SF 25 de Abril 2015


Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...