quinta-feira, maio 22, 2014





Caros :

Não Vos envio,como aliás é meu costume, qualquer incitamento ou conselho.
Votem como entenderem melhor. Mas votem mesmo…
Melhor que votar, nestas Eleições Europeias…é Falecer….
É, de facto. A barba cresce depois de morrermos, e isso, depois de, não nos dá gozo nenhum.
Se  hoje  começasse a deixar crescer a barba, sem falecer, iria dar o meu voto a  (?)……
Para nada, mas ao menos ria-me…
Agora, domingo, vou dar o meu voto a (?). sabendo que dentro em pouco,estaremos numa encruzilhada sem saída.
Porque isto não vai lá …a votos…
Desinfectar um País ,até pode justificar aceitar quem mande, por um tempo. Mas  q.b. Desinfectar um continente ,não há  FLIT que chegue.
Em situações com alguma analogia com o estado catastrófico em que caímos, usei sempre a metodologia: «Então não há ninguém que mande aqui? Bem…então mando eu…».
Só com uma diferença: posto o barco a navegar…desembarcava no primeiro porto a que chegasse.  
A minha clara intuição, é a de que este País, no actual quadro europeu, não tem futuro nenhum. Ou muda a Europa, ou mudamos nós de Clube. Ignorantes da História, não perceberam o dito socrático: as dividas dos Países não se pagam!!!vão-se pagando».Ele tinha razão. Mete-lhes mais medo que o diabo...e isso ,palavra ,dá-me um gozo...
 Pagámos nestes três anos alguma divida,nossa? Não !.. pagámos foi a divida de uns tantos especuladores .A divida é como as pilhas Duracel l : - e cresce …e cresce…cresce!!!!
E vamos continuar a pagar. Vendendo não só os dedos, e depois  os órgãos (rins,figado,pila etc etc).
Rio-me….pois quando me vierem buscar «essa»,lixam-se: –  de «duracel» já nem o cel descortina.    
Pior que votar para bem pouco, «falecer», era mesmo não votar.Ou votar em branco.
E assim sendo, com  a «camisinha» protectora,  lá irei meter na racha da galdéria Europa.
Raios ...um homem não nega uma racha,boa ou má.
Votem caraças...



    Sf              

Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...