terça-feira, junho 17, 2014



 

 

AO  DELABARÓ

 

Esta noite dei comigo a pensar. O edredon de penas que me cobre é como a vida .Se puxo, e descubro os pés, espirro da cabeça, Se o trilho nos pés,e assim descubro a cabeça, desperto crio nela bolhas de tanto pensar, acordado a contar «os carneiro &cabras» que pacientemente apascentei.

Sinto-me, assim, uma espécie de caeiro & campos, pessoanos.

Na vida deve-se optar;:

Ou não pensar, ou pensar com os pés - minha fase caeirista - e ser-se feliz.

Ou pensar torrencialmente, caminhar cheio de certezas ou incertezas, pensando e decidindo - fase alvarista - ainda que por vezes tal nos cause espirros, ou até edema pulmonar fatal. Consciente como Campos, da efemeridade da vida.

 

SF Junho 2014
PS- Recebi o convite para recepção a Antonio Costa, em Aveiro, dia 20.Porque a minha posição é que tanto este com o Secretario Geral foram de uma inépcia, total, desta vez ficarei a apreciar. Certo de que qualquer que seja o resultado, estarei pronto para a missão patriótica de ajudar a por na rua Passos & Coelhos, e quejandos.

 

Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...