terça-feira, junho 10, 2014

 
Que Te falta cumprir ,Portugal?
Isto (!) é hoje o que resta
De um  País
Que foi enorme.
Do tamanho do mundo
Era o grau da glória a que subiu,
Tomando a língua lusa por fala.
 
Hoje este país
já não é ancoradouro
De barcos que chegam,
De riquezas entulhados.
Hoje este país é cais de embarque
De vivos
E mesmo de semi mortos;
Uns e outros
De pés atados
Alma amargurada
Searas humanas deste país ceifadas,
Minguadas, espremidas, encoimadas
Vão,
sombras da inquietação
Do desterro estampadas no rosto,
Vão á aventura
Procurar o chão das migalhas,
No seu país ora perdidas
Ora esbulhadas
Vão carpindo a desventura,
De ser hoje e agora
Os novos escravos
Vendidos aos fátuos  mercados da usura.
 
 
Cumpriu-se o mar, cumpriu-se o sonho,
Cumpriu-se o medo
Desfez-se o império,
Que penas te faltam cumprir
Portugal (?!)
Para que sejas nosso
 
SF (10 Junho2014)

 

Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...