quarta-feira, janeiro 09, 2008

Vem por mim…


Queria nesta noite

Beijar a mais bela rosa do meu jardim.

Encostar a minha boca à tua

Para que ela fique tão rubra

Como papoila viva, carmesim.

Queria ver, afogueadas e brilhantes

As maçãs do teu rosto lindo,

Transformadas framboesas gulosas, e assim

Embriagar-me no licor doce do teu olhar

E envolver meus dedos nas ondas do teu cabelo

Para dele sorver a fragrância do alecrim



Anda, vem .Atravessa a solidão da noite

E vem acolher-te nos meus braços de pedinte

Para deixar de ser o que somos, na madrugada

(vem por mim


SF

Dex 2008

Sem comentários:

De dúvida em dúvida...vamos aprendendo. Se há parte da História de Portugal que nos foi mal “vendida” nos bancos da Escola, foi a da ...